Descobrindo as Cores


Para pintura com aquarela, começamos pela preparação do papel, que é molhado para depois ser pintado. O preparativo tem uma ordem, pois as crianças precisam se organizar para receber sua prancheta de aquarela, as tintas, os pincéis, a água para lavar o pincel e o pano para secar. Iniciamos o ano vivenciando separadamente as três cores básicas, o azul, o vermelho e o amarelo, e depois começam a misturar as cores no papel e a vivenciar as nuances das mais variadas misturas e o surgimento das novas cores e a cada pintura novas cores vão sendo descobertas e pouco a pouco vão aprendendo a dar intensidade das cores que desejam.

Podemos vivenciar a aquarela no tecido preparando paninhos para a casinha de boneca, bolsas para a sala, camisetas e estendemos para o muro de nossa escola trazendo uma alegria e harmonia das cores. Não existe sorriso mais lindo do que o da descoberta por si mesmo de uma nova cor. No JARDIM WALDORF QUARAÇÁ as crianças do jardim vivenciam a aquarela todas as quintas feiras.

Nossos pequeninos do maternal pintam com os dedinhos experimentando esta vivencia com uma textura.

Carlgren e Klingborg sustentam que “é difícil expressar em palavras o que a vivência intensiva das cores pode representar mais tarde na vida das pessoas. Pois se trata de uma riqueza interior que não é palpável, de qualidades e nuances que são por demais sutis para serem descritas. Mas uma coisa é certa: o mundo todo é diferente para quem começou a vivenciar e a entender a língua silenciosa, nada intelectual, profundamente penetrante das cores. ”

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square