• Instagram ícone social
  • Facebook Basic Square
​"SE A CRIANÇA É CAPAZ DE SE ENTREGAR POR INTEIRO AO MUNDO AO SEU REDOR EM SUA BRINCADEIRA, ENTÃO EM SUA VIDA ADULTA SERÁ CAPAZ DE SE DEDICAR COM CONFIANÇA E FORÇA A SERVIÇO DO MUNDO”                                                                         
                                                                                                                RUDOLF STEINER

A Pedagogia Waldorf foi introduzida por Rudolf Steiner em 1919, em Stuttgart, Alemanha, inicialmente em de uma escola para os filhos dos operários da fábrica de cigarros Waldorf-Astória (daí seu nome), a pedido deles. Distinguindo-se desde o início por ideais e métodos pedagógicos até hoje revolucionários, ela cresceu continuamente, com interrupção durante a 2a. guerra mundial, e proibição no leste europeu até o fim dos regimes comunistas. Hoje conta com mais de 1.000 escolas no mundo inteiro.

Uma das principais características da Pedagogia Waldorf é o seu embasamento na concepção de desenvolvimento do ser humano introduzida por Rudolf Steiner. Essa concepção leva em conta as diferentes características das crianças e adolescentes segundo sua idade aproximada.

É uma pedagogia holística em um dos mais amplos sentidos que se pode dar a essa palavra quando aplicada ao ser humano e à sua educação. De fato, ele é encarado do ponto de vista físico, anímico e espiritual, e o desabrochar progressivo desses três constituintes de sua organização é abordado diretamente na pedagogia. Assim, por exemplo, cultiva-se o querer (agir) através da atividade corpórea dos alunos em praticamente quase todas as aulas; o sentir é incentivado por meio de abordagem artística constante em todas as matérias, além de atividades artísticas e artesanais, específicas para cada idade; o pensar vai sendo cultivado paulatinamente desde a imaginação dos contos, lendas e mitos no início da escolaridade, até o pensar abstrato rigorosamente científico no ensino médio.

Quer saber mais sobre Rudolf Steiner  | 

A Rotina do Maternal

Recebemos no maternal crianças a partir de 1 ano e 6 meses. A sala conta com uma professora e uma professora assistente e reproduz o ambiente e o aconchego de uma casa.

Os pequeninos têm à disposição brinquedos de madeira como toquinhos, carrinhos, balanços de cavalinho, também tem panelinhas, bonecas de pano e tecidos que se transformam em tudo o que a imaginação quiser.

As atividades seguem um ritmo muito suave: há o brincar dentro e o brincar fora, o momento do ritmo de época, de ouvir contos de fadas, de desenhar, ouvir o kântele, cuidar do jardim e preparar o pão.

O lanche é fornecido pela Escola e é preparado com a ajuda das crianças , que fazem o lanche compartilhando o alimento e o momento. Nos lanches são fornecidos frutas, sopas, pão integral, manteiga, mel, chá e suco, sempre com a preocupação de trazer variados sabores contribuindo assim para a experimentação e educação do paladar.

A Rotina do Jardim de Infância

Nesta fase é muito importante trabalhar a alternância entre brincadeiras livres e dirigidas, este processo funciona como uma grande respiração (expansão e contração).

Na chegada as brincadeiras acontecem dentro da sala, aí a imaginação das crianças é que vai dirigir as brincadeiras, elas constroem cabanas, arrumam casinhas, montam carros, foguetes com tudo o que tem disponível na sala e enquanto alguns estão brincando outros, desenhando com giz de cera, sentadinhos na mesa.

Neste ambiente da sala, ainda no primeiro grupo de atividades são propostas atividades específicas de cada dia, fazer o pão, lavar tecidos, música, pintura em aquarela, teatro, trabalhos manuais ou desenho.

Na sequência vem as atividades do ritmo da época, influenciadas pelas estações do ano, acontecimentos da natureza ou festas cristãs. Conduzidas pela professora, que irá contar uma estória elaborada com versos, canções e sincronizada com movimentos.

Chega então o momento do Lanche, as crianças lavam suas mãos, ajudam a trazer os alimentos para a sala, sentam todas a mesa, dizem o verso de agradecimento e então fazem seu lanchinho. Os alimentos são preparados na escola, sempre são oferecidas frutas, pães integrais, mel, manteiga e sopas, o cardápio pode ser acompanhado pelos pais pelo mural da escola.

É chegada a hora da brincadeira ao ar livre no pátio da Escola. Neste momento eles aproveitam todo espaço disponível para brincarem muito. Brincam na casinha da árvore, balançam nos vários tipos de balanço, fazem comidinhas de terra, constroem castelos de areia no tanque, brincam de marcenaria, cuidam do jardim, brincam com os bichinhos e correm livremente.

De volta à classe em um grande círculo feito com as cadeirinhas os alunos sentam e ouvem a professora encerrar o dia com um conto de fadas. Então é dito o verso de agradecimento do dia vivido e os pequenos estão liberados para voltar para suas casas.